Buscar
  • Grupo Ecar

Diferença entre CRV e CRLV

CRV e CRLV são siglas semelhantes que confundem muitos proprietários de carros e motoristas. Apesar de semelhantes, as siglas representam documentos muito diferentes, mas extremamente importantes para o veículo.


Um serve como comprovante de venda do veículo e o outro é usado para garantir que o veículo esteja em conformidade com as normas ambientais e de trânsito para circulação nas vias brasileiras.


Confira neste artigo as principais diferenças entre os dois.


O que é CRV


CRV é a sigla para Certificado de Registro de Veículo. Este documento é emitido quando o veículo é licenciado pela primeira vez e contém as características de fábrica do carro.


Contém informações como número do registro, características de fábrica e dados do proprietário do veículo. Este documento não é obrigatório, mas crucial, especialmente na compra ou venda de um carro.


Até 1985, o CRV era denominado DUT (Documento Único de Transferência), e como o próprio nome sugere, este documento é utilizado quando há uma situação de transferência de titular.


O CRV deve conter as informações do proprietário anterior e do novo proprietário como comunicação de venda com o órgão responsável.


Diferentemente do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), o CRV é uma sigla confusa por ser muito semelhante, o CRV não é válido e só precisa ser reemitido em determinadas circunstâncias.


O que é CRLV


O registro e o certificado de matrícula do veículo, comumente conhecido como “matrícula” ou mesmo “documento do veículo”, é um documento que atesta que um veículo pode circular em vias públicas no Brasil.


Este documento é obrigatório para todos os proprietários de automóveis e deve ser emitido anualmente após o pagamento das dívidas, impostos e multas.


De acordo com art. CTB 230, dirigir veículo sem licença é uma infração gravíssima e o proprietário terá que pagar multa de 293,47 reais, além de 7 pontos na CNH e manter o veículo até a regularização.


Diferença entre CRV e CRLV


Pelo artigo podemos perceber que embora as siglas sejam semelhantes, os dois documentos são diferentes, mas ambos são importantes para a regularização do veículo.


O CRV contém informações de fábrica do veículo e não é obrigatório, seu principal objetivo é comunicar a mudança de proprietário do veículo em caso de transferência de propriedade.


Por outro lado, o CRLV é obrigatório e um dos documentos mais importantes do veículo, pois sem ele, o motorista dirigirá de forma irregular e causará infrações de trânsito.


Gostou de nosso artigo? Continue acompanhando nosso blog e esclarecendo suas dúvidas com nossos conteúdos diários.
1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo