top of page
Buscar
  • Grupo Ecar

Saiba como escolher o líquido ideal para o seu radiador

Quando se fala em radiadores, a primeira coisa que vem à cabeça é a refrigeração do veículo e a segurança dos ocupantes. No entanto, poucos sabem que é necessário escolher o tipo de fluido refrigerante adequado ao radiador do veículo.


Neste artigo vamos explicar como saber qual é o líquido ideal para usar no seu radiador:


O funcionamento do seu veículo pode ser prejudicado por conta de altas temperaturas do sistema de resfriamento que, quando superaquecidos, geram danos graves, e quando isso ocorre…você já deve saber, não é mesmo? Um prejuízo anunciado! Contudo, o uso do fluido é o maior e melhor conselho para que o seu veículo funcione adequadamente, e sem riscos. O uso da água de torneira só é aconselhável em última instância, quando não tiver jeito mesmo, naquela situação em que não tem como deixar o “motor com sede!”.


Como funciona o líquido de refrigeração do radiador:


Embora existam diversos tipos de fluidos refrigerantes no mercado, nem todos são adequados a todos os tipos de radiadores. É importante consultar um especialista para saber qual é o tipo de fluido refrigerante adequado ao radiador do seu veículo.


Existem diversos fatores que devem ser levados em conta na hora da escolha do fluido refrigerante, como a temperatura do local onde o veículo será utilizado, a capacidade do radiador e a composição química do fluido.


Os fluidos refrigerantes mais comuns no mercado são os solventes, os glicóis e os éteres. Cada um deles possui características específicas que devem ser levadas em conta na hora da escolha.


Solventes:

Os solventes são os fluidos refrigerantes mais comuns no mercado. Eles são constituídos por álcoois e éteres, e possuem uma alta capacidade de refrigeração. No entanto, eles não são muito resistentes a altas temperaturas e podem ser corrosivos.


Glicóis:

Os glicóis são fluidos refrigerantes formados por derivados de glicose. Eles apresentam uma alta resistência às altas temperaturas e não corroem os componentes do radiador. No entanto, eles apresentam baixa capacidade de refrigeração.


Éteres:

Os éteres são fluidos refrigerantes formados por éteres. Eles apresentam uma alta capacidade de refrigeração e não corroem os componentes do radiador. No entanto, eles não possuem uma alta resistência às altas temperaturas.


O ideal é que o radiador e todo o sistema de arrefecimento seja limpo a cada 2 anos. Todo o líquido usado deve ser drenado.


A bomba d’água é acionada pela correia auxiliar (poly-v). Por isso, a manutenção, a troca dela dentro do prazo, é essencial para que todo o sistema de arrefecimento funcione corretamente. Caso ela arrebente, não insiste em rodar com o carro. O líquido de refrigeração não irá circular e o motor irá superaquecer.




27 visualizações0 comentário
Post: Blog2_Post
bottom of page