Buscar
  • Grupo Ecar

Seguro de bens: vale a pena?

Tem sido cada vez mais comum a contratação de seguro para bens pessoais. Ao contratar um seguro, o usuário terá proteção para o objeto em questão. Isso significa que, em caso de sinistro, ele receberá indenização. Geralmente, eles incluem furto e roubo, dano por incêndio, quebra por mau uso e queda.


No entanto é preciso entender bem o contrato de seu seguro e ver exatamente quais são as coberturas inclusas. Para isso, primeiramente é importante entender alguns pontos, neste artigo vamos esclarecer os principais.


Diferença entre roubo e furto


A princípio, é muito comum as pessoas confundirem alguns termos jurídicos, como o caso da diferenciação entre roubo e furto. O seguro contra roubo e furto pode ser contratado separadamente, já que se trata de coisas diferentes. Confira as diferenças:

  • Roubo é uma modalidade de crime contra o patrimônio. Ocorre quando a subtração ocorre mediante ameaça ou violência reduzido à impossibilidade de resistência.

  • Furto simples em que a subtração ocorre sem deixar vestígios. Nada é quebrado, nenhum obstáculo é rompido. O furto é classificado como um crime e sua finalidade é se apoderar do bem material da vítima. Desta forma, trata-se de um crime contra o patrimônio.

  • Furto qualificado, diferente do furto simples ocorre quando há o rompimento ou superação de algum obstáculo à subtração ou a pessoa furtada é ludibriada ou fraudada.

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de SP (SSP-SP), roubos e furtos em outras ocorrências (não estão inclusos veículos) apresentaram 80.588 e 144.701 casos, respectivamente, para o primeiro quadrimestre de 2020. Um número ainda bastante alto, mesmo com o isolamento social.


Seguro para bens de luxo


Caso o consumidor possua bens de luxo, é necessário contratar um seguro específico. Alguns objetos de luxo avaliados com um alto valor, não podem ser inclusos em regras gerais de seguro. Entretanto, é normal que a seguradora faça uma avaliação detalhada do objeto, para só então informar os custos da sua proteção e os sinistros cobertos.


Mas vale lembrar que caso o seguro não valha a pena, a seguradora pode recusar oferta de seguro e esta ação é prevista pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) e serve para outras áreas de seguros.

Podemos tratar como artigos de luxo, os bens que são duráveis, detentores de qualidades como durabilidade, ótimo acabamento, beleza, exclusividade como:

- Joias;

- Cristais;

- Helicópteros;

- Acessórios como bolsas e relógios;

- Obras de arte, entre outros.


Seguro para celulares


De acordo com uma pesquisa realizada pelo site Mobile Time em parceria com a Opinion Box, mais de 100 milhões de celulares já foram roubados ou furtados no Brasil. Pelo menos 64 milhões de cidadãos com mais de 16 anos já foram vítimas desse tipo de crime. Por isso, não é à toa que o número de pessoas que procuram seguros para telefones celulares cresceu no Brasil.


Sob o mesmo ponto de vista, outra pesquisa, a Panorama Mobile Time/Opinion Box, mostrou que 16% dos internautas brasileiros com smartphone declaram ter seguro contra roubo ou furto do seu celular atual. A contratação do seguro é mais comum entre os jovens de 16 a 29 anos (20%), do que entre os brasileiros de 30 a 49 anos (15%) ou 50 anos ou mais (9%). São porcentagens que crescem rapidamente.


Segundo a FenSeg, o prêmio individual (custo da apólice) varia de 15% a 25% do valor do smartphone. Esse tipo de seguro possui uma franquia obrigatória, da ordem de 20% do valor do aparelho.


Avaliação de franquias


Sempre que um seguro for contratado, antes é preciso estar bem atento aos valores das franquias. A franquia é o valor de responsabilidade do consumidor em caso de perda parcial do bem. Na hora da definição da franquia do seguro, o valor do bem em questão precisa ser avaliado com cuidado.


Importância de contratar seguro de bens


Contratar um seguro para bens pessoais pode ser uma saída interessante para evitar prejuízos. E em muitos casos vale a pena sim, já que após um sinistro, a seguradora pagará uma indenização para o conserto ou a compra de um novo bem.



Ficou alguma dúvida sobre esse assunto?

A Ecar pode esclarecer!

A Ecar Seguros tem diversas opções de seguros para sua empresa. Nossos especialistas têm todo conhecimento para te oferecer aquilo que faz sentido para o seu negócio e com o melhor

custo-benefício do mercado!

3 visualizações0 comentário